Resenha: Otacílio Rock Festival 2019

Publicado em 10/03/2019


OTACÍLIO ROCK FESTIVAL em Otacílio Costa/SC
15, 16 e 17/02 de 2019

Parque de Exposições Cambar

Texto e Fotos: Raul Mateus Noering e Priscila Ramos

Este é o primeiro ano que o Agenda Metal cobre o já renomado Otacílio Rock Festival na cidade de Otacílio Costa em Santa Catarina. O festival já está em sua 13ª edição e é considerado um dos principais festivais de metal do sul do país.

O festival acontece no Parque de Exposições Cambará e contou com uma estrutura excelente: salão coberto para a área de shows, espaço para venda de merchan, banheiros, bar com muita cerveja gelada, vasta área verde para camping e alguns espaços cobertos para acampar em caso de chuva. E foi o que aconteceu: houve chuva de sexta a domingo, mas nem isso foi empecilho para a galera não curtir. Muitas lonas e tendas para proteger as barracas deram conta do recado. A estrutura ainda contou com praça de alimentação e espaço kids (muitas crianças também marcaram presença acompanhadas de seus pais).

A equipe chegou no evento por volta das 20h de sexta-feira e pontualmente às 20h30 iniciou a primeira banda, a Balboa’s Punch. Os caras mandaram um thrash metal pra ninguém colocar defeito, fizeram covers do Kreator além de sons próprios e abriram o festival com chave-de-ouro. Em seguida tocou a Pain of Soul, banda de doom metal de Blumenau e logo depois subiu ao palco a Raging War, banda de thrash metal de Brusque que vem se destacando forte no cenário catarinense. Ainda na sexta-feira tocou a banda Conspiracy 666 e Tressultor ambas bandas catarinenses. Esse ano o festival começou na sexta-feira (antes o festival sempre iniciava no sábado) e pelo que parece deu muito certo, pois já na sexta-feira estava cheio.

Sábado a primeira banda a subir ao palco foi a Jhonny Bus, banda catarinense de hard e heavy metal. Agitaram muito o público presente com vários covers. Tocaram também a Rest in Chaos, Spitirual Devastation e Frade Negro, bandas catarinenses que agitaram muito a galera. A primeira banda fora do estado da noite foi a Chaos Synopsis de São Paulo e detonou com seu thrash/death metal. Tocou ainda a já aclamada banda de death/black metal Posthumous de Criciúma e em seguida veio ao palco a banda Genocídio de São Paulo, uma grande espera da noite que nos presenteou com seu detah metal de qualidade. Então era a hora do show mais aguardado da noite: a banda Whiplash dos Estados Unidos em seu único show no Brasil. Houve um pequeno atraso para montagem dos equipamentos e o show que estava previsto para iniciar às 21h começou às 22h, mas totalmente compreensível e assim que iniciou não deixou ninguém parado. Foi o momento em que o salão principal esteve mais lotado durante todo o festival, ninguém queria perder essa lenda. O sábado ainda contou com shows das bandas Final Disaster de SP, Krucipha do Paraná que retornou ao festival depois de 7 anos, Carniça do Rio Grande do Sul e Angry de São Paulo. No sábado ainda ganhamos 1 hora a mais já que terminou o horário de verão e adiantamos os relógios em 1 hora.

No domingo, último dia de festival os shows começaram as 9h30 com a banda Xei/Sons in Black e em seguida Silent Empire. Muito interessante essa última com uma mulher na guitarra mostrando a força feminina no Death Metal. Marcou o debut a banda Witchestown com seu primeiro show e não decepcionou, mandaram um heavy metal com muita técnica e empolgou o público presente. Logo em seguida subiu ao palco a banda Syntz de heavy metal e agitou muito o público, chegando a descer para tocar na plateia que cantou as músicas da banda do início ao fim. Ainda tocaram as bandas Metal Gods com seu tributo ao Judas Priest, Legado Frontal e finalizou a Hillbilly Rawhide de country rock do Paraná.

Vale ressaltar que a estrutura do palco estava impecável juntamente com um ótimo sistema de luz e som.

Enfim, foram 3 dias de muito metal, muita cerveja gelada e encontro entre amigos em meio a natureza. O Agenda Metal agradece a parceria e a organização do Otacílio Rock Festival e espera contribuir com a cobertura nas próximas edições.


BALBOAS PUNCH





CHAOS SYNOPSIS





CONSPIRACY 666



?


FINAL DISASTER






FRADE NEGRO





GENOCÍDIO




JHONNY BUS




KRUCIPHA




PAIN OF SOUL





POSTHUMOUS




REGING WAR




REST IN CHAOS




SILENT EMPIRE




SPIRITUAL DEVASTATION




SYNTZ



TRESSULTOR




WHIPLASH






WITCHESTOWN