The Sonics em São Paulo no Audio Club

Publicado em 14/12/2018


The Sonics em São Paulo

Audio Club 05/03

Texto: Adriano Coelho

Muitos são considerados o pai do punk, esse atributo já foi do MC5, do Stooges e, até de algumas bandas glan rock setentistas que fogem totalmente do mundo punk. Mas por data, sempre achei que o The Sonics merecia esse título, para muitos, a banda vive exclusivamente de anos de 1960, sim, foi à época aura da banda, onde eles gravaram três álbuns, mas, só para lembrar, eles nunca pararam, seja para gravar álbuns, ou para fazer shows.

O show, que foi pouco anunciado e, muitos nem sabiam que eles viriam, teve patrocínio da Levis e, bastante convidados com algumas celebridades.

Mesmo assim, o publico em plena quinta-feira, era grande, antes disso rolou som mecânico, especial anos de 1960, um dos DJs era João Gordo. Gerry Rosie o vocalista, está com pique, não desafina e, muito menos perdeu o estilo rock n roll, apesar de seus mais de setenta anos, infelizmente da formação original, o baterista e o baixista não puderam vir.

Eles abrem com um dos clássicos, “Cinderella”, e começam a emendar uma musica atrás da outra, no melhor estilo punk, posso afirmar que a quinta musica, “Have Love Will Travel” foi onde o publico se soltou e, alguns moshs começaram a surgir, já que de forma errada, o show não tinha barricada, aproximando demais o publico da banda, ou seja, as invasões foram inevitáveis. “Keep a Knockin”, “Boss Hoss”, “Money”, “Louie Louie”, “Psicho Love” foram as que foram cantadas com mais entusiasmo, claro que pelas pessoas que conheciam a banda, como eu já disse tinha convidado demais.

Eles voltam, e tocam mais três musicas, entre elas a clássica “Strychnine”, a banda encerra o show, vai ao publico para agradecer o carinho. Sim, eles fizeram a parte deles, pena ser uma banda desconhecida para a maioria do publico rock, mas isso é um mero detalhe.