data-ad-client="ca-pub-9371512119858190" data-ad-slot="5580438127" data-ad-format="link" data-full-width-responsive="true">

Richie Kotzen em Porto Alegre no Beco

Publicado em 16/06/2012


RICHIE KOTZEN
10 de junho de 2012
Beco - Porto Alegre/RS


fotos de Sophia Velho
texto de Jonas Pilz


Richie Kotzen subiu ao palco e, com um singelo “here we go”, iniciou a sua apresentação de pouco mais de uma hora e vinte minutos em Porto Alegre. O frio e a chuva, que começou após a abertura da casa, não afastaram o público, que encheu o Beco, mas sem lotá-lo. O show teve um pequeno atraso de trinta minutos, que não chegou a incomodar, para que todos estivessem dentro do local no início do espetáculo.

O set começou com Bad Situation, do último álbum de Kotzen, 24 hours. Com baixo e bateria marcantes, foi seguida por Help Me, muito bem recebida pelo público, e que mostrou o groove característico das canções de Kotzen.

A sequência foi especial para os fãs de hard rock. Shine, gravada com o Mr. Big, foi ovacionada e cantada em uníssono por todos. Quem presenciou o show de reunião da banda em 2011 (com Paul Gilbert na guitarra), teve a sensação de que ele finalmente foi completado, com essa música. Stand, do disco Native Tongue do Poison, teve a mesma receptividade. Embora Kotzen tenha um timbre completamente diferente de Eric Martin e Bret Michaels, as músicas ficam bem interessantes na sua voz. E o público aproveitou para pedir mais das duas bandas.

Em Fooled Again houve problemas com o som, principalmente a voz. Mas é importante ressaltar que, durante a quase totalidade do espetáculo, o som esteve impecável. Depois de Fear, Richie Kotzen apresentou a banda, com o habitual bom humor sempre que dirige-se ao público.

Doin' What The Devil Says To Do destacou a virtuose do guitarrista, e a execução de High lembrou a do registro ao vivo Live in Sao Paulo. As faixas Peace Sign e 24 hours empolgaram, mas foi nas primeiras notas da bela Remember que o êxtase retornou. A música, que tem uma levada bem Black Crowes, teve grande participação da platéia. Kotzen anunciou a última do set e tocou a animada Paying Dues.

Os músicos deixaram o palco e, aos gritos de “Kotzen! Kotzen!”, retornaram em menos de dois minutos. Alguns solos psicodélicos, com uso e abuso de efeitos na guitarra, e veio Go Faster, ovacionada e cantada por todos. Em seguida a banda despediu-se e deixou o palco para não voltar mais.

No público, ficou uma sensação de que poderia ter mais alguma canção, mas todos saíram satisfeitos com a excelente apresentação de Richie Kotzen.

Set list:
Bad Situation
Help Me
Shine (Mr. Big)
Stand (Poison)
Fooled Again
Fear
Doin' What The Devil Says To Do
High
Peace Sign
24 Hours
Remember
Paying Dues

Bis:
Go Faster