data-ad-client="ca-pub-9371512119858190" data-ad-slot="5580438127" data-ad-format="link" data-full-width-responsive="true">

Ugly Kid Joe em Porto Alegre no Bar Opinião

Publicado em 18/08/2012

UGLY KID JOE
Porto Alegre
Bar Opinião
12/08/2012

Resenha: Jonas Pilz
Fotos: Kamila Kunrath


A noite do domingo de dia dos pais reservava aos gaúchos a chance de ver o Ugly Kid Joe, que alcançou muito sucesso nos anos 1990 com o hit Everything About You. Após um hiato de mais de uma década, e com um novo trabalho de estúdio, a banda se apresentou no Bar Opinião, em Porto Alegre.
A abertura coube à Cartel da Cevada, que pisou no palco às 21h, e por pouco mais de trinta minutos conseguiu aquecer o público, que naquele momento era de cerca de 100 pessoas. A banda demonstrou enorme satisfação em fazer a abertura para o Ugly Kid Joe, e agradeceu mais de uma vez aos presentes, que cantaram junto as suas músicas. Impossível não mencionar o diabo que acompanha a Cartel em todos os shows, cuspindo fogo e distribuindo cerveja por um funil. Quando a banda se despediu, o número de pessoas já havia triplicado.

Os últimos preparativos para a entrada do Ugly Kid Joe contaram com um roadie que arrancou aplausos cantando Sad But True, do Metallica, para testar o microfone. Às 22h10, a banda principal da noite entrou executando a instrumental Intro, emendada com V.I.P. Whitfield Crane, com uma camiseta do Motörhead e meião de futebol, tratou de ganhar a plateia logo no início, pedindo para todos pularem. Em Dialogue, Crane fez reverência aos fãs, assim como na ótima Neighbor. O vocalista é um excelente frontman, com domínio total do seu público. Em Jesus Rode a Harley houve a tradicional competição de qual lado grita mais alto, que seria repetida em outros momentos do show.

Com a ordem “everybody jump with me”, Crane não parou quieto durante C.U.S.T. O vocalista, aliás, pulou em cima do palco, junto com os fãs, durante quase toda a apresentação. Destaque nessa música para o baterista Shannon Larkin. O set seguiu com Panhandlin' Prince, e era visível a alegria dos músicos, que realmente estavam se divertindo. Crane aproveitou para falar da primeira vez que vieram ao Brasil, ainda nos anos 1990, e afirmou que os brasileiros têm muita energia. A forte No One Survives, do EP Stairway to Hell, teve boa recepção, e foi seguida por Devil’s Paradise.

O grande hit Cats in the Cradle, originalmente de Harry Chapin, foi cantado em uníssono, e em boa parte Crane se afastou do microfone para apenas observar. Antes de I’m Alright, ele também chamou as pessoas que estavam dispersas pelos níveis da casa a ficarem mais próximas da banda, na pista. Na sequência, Tomorrow's World e You Make me Sick.

A boa faixa Milkman’s Son foi recebida com entusiasmo, e o cover de Sweet Leaf, do Black Sabbath, um dos pontos altos da noite. Já em Madman, destaque para o riff e a dupla de guitarristas, Klaus Eichstadt e Dave Fortman. Para Goddamn Devil, Crane anunciou uma participação especial, e chamou o diabo novamente, que além do fogo, veio enrolado em uma bandeira do Rio Grande do Sul. O cover de Dirty Deeds Done Dirt Cheap do AC/DC, muito bem executado, marcou a saída dos músicos.

A banda voltou com God, e junto com os fãs, mostrou muito gás em Sandwich, numa versão mais intensa ao vivo. Crane aproveitou para apresentar os integrantes e a equipe do Ugly Kid Joe. Depois, propôs alguns desafios aos seus colegas, que mandaram ver alguns temas famosos, como Eye of the Tiger, do Survivor, e Eruption, do Van Halen.

A penúltima música da noite foi Clover, e como não poderia faltar, o final veio com o hit absoluto, Everything About You. O Ugly Kide Joe agradeceu aos fãs e se despediu, com pouco mais de uma hora e meia no palco.

A banda fez um show agitado, e demonstrou muito apreço pelo que faz e pelos seus fãs. Um show contagiante, em especial pela grande performance de Whitfield Crane.

SET LIST UGLY KID JOE
Intro
V.I.P.
Dialque
Neighboir
Jesus Rode a Harley
C.U.S.T.
Panhandlin' Prince
No One Survives
Devil's Paradise
Cats in the Cradle (Harry Chapin)
I'm Alright
Tomorrow's World
You Make Me Sick
Milkman's Son
Sweet Leaf (Black Sabbath)
Madman
Goddamn Devil
Dirty Deeds Done Dirt Cheap (AC/DC)

Bis:
God
Sandwich
Clover
Everything About You

CARTEL DA CEVADA




UGLY KID JOE










Autor: Jonas Pilz