data-ad-client="ca-pub-9371512119858190" data-ad-slot="5580438127" data-ad-format="link" data-full-width-responsive="true">

Behemoth em São Paulo no Carioca Club

Publicado em 05/11/2012

BEHEMOTH
21/10/2012
Carioca Club

Resenha e fotos: Cynthia Marangon


Depois de uma longa espera, finalmente os poloneses da banda Behemoth voltaram ao Brasil. Logo na entrada do Carioca Club, já se podia ver o aglomerado de fãs que aguardavam ansiosamente por esta apresentação. A casa abriu por volta de 18:30 e os fãs já começaram a tomar seus lugares para não perder se quer uma parte do show. Além disso, tiveram a oportunidade de adquirir merchandising oficial da banda.

Às 20:30 em ponto, as luzes se apagaram e os gritos dos fãs ecoavam por toda a casa, lotada. O primeiro integrante a subir no palco foi Inferno, deixando os fãs em êxtase que começaram a gritar aos primeiros toques da bateria. Sem mais delongas, Seth se aproximou pelo outro lado com sua guitarra, em seguida Orion no baixo adentrou pelo lado oposto. Para finalizar, Nergal se posiciona ao centro e a histeria toma conta!

Tivemos uma surpresa no inicio da apresentação com a música "Ov Fire And The Void", foi sensacional, o som estava matador! Podia-se notar nitidamente. a empolgação dos fãs. Uma das próximas do set list diga-se de passagem e também das principais músicas do show, foi “Conquer All”, quando Nergal parou e começou com algumas palavras agitar e pedir a participação do público, ao anuncia-la foi espetacular, era uníssono a voz de todos aclamando e acompanhando no “Hey, Hey”, foi sensacional.

Todas as músicas foram extremamente marcantes, vários ápices onde os fãs se esbaldaram. A próxima melodia de grande presença , foi “Christians To The Lions”, onde mostrou mais uma vez a interação com a platéia e a brutalidade do baterista Inferno.

Por ser uma banda de black metal, pode-se esperar por algo mais sombrio ou correlacionado e definitivamente tivemos isto, mas foi surpreendente a afinidade que os integrantes da banda Behemoth ainda possuem com o publico.

Também como destaque, tivemos “Alas, Lord is Upon Me” e “Decade Of Therion”, detalhe aonde Nergal colocou uma máscara para ainda assim tornar o clima mais sombrio possível.
Para finalizar “Lucifer”, que encerrou a apresentação dos poloneses durante a recuperação de Nergal, (tempo em que a banda ficou sem realizar atividades alguma) pode-se dizer que quem viu esta apresentação tirou suas dúvidas em relação aos mitos e afins que foram gerados. Alias fazendo um paralelo Nergal definitivamente recuperado por sinal. É de acreditar que todos os fãs, assim como eu saíram com um ar de “quero mais” entoados por um Johnny Cash ao fundo, enfim, esperamos que a banda não demore tanto para voltar para o Brasil.

Posso dizer que foi uma apresentação incrível e que matou as saudades de muitos e com certeza ficará na memória dos fãs.
Gostaria de agradecer a Sob Controle pela organização e produção deste espetáculo e ao Costábile Salzano Jr.


Set List.
Ov Fire and the Void
Demigod
Moonspell Rites
Conquer All
Christians to the Lions
The Seed ov I
Alas, Lord Is Upon Me
Decade of Therion
At the Left Hand ov God
Slaves Shall Serve
Chant for Eschaton 2000
Lucifer