data-ad-client="ca-pub-9371512119858190" data-ad-slot="5580438127" data-ad-format="link" data-full-width-responsive="true">

Crucified Barbara em Porto Alegre no Beco 203

Publicado em 02/12/2012

CRUCIFIED BARBARA
Beco 203
18/11/2012

Por Jonas Pilz
Fotos Sophia Velho


A expectativa era que o Crucified Barbara fosse uma das bandas principais do Under Metal Fest, em Gravataí. Em um ano não muito feliz para festivais de metal, o evento foi cancelado. Para a sorte do público gaúcho, ao menos o show das suecas conseguiu ser reagendado para o Beco 203, em Porto Alegre.

O atraso de duas horas na abertura da casa incomodou os fãs que aguardavam em fila - muito em função da chuva que começou a cair no final da tarde. O quarteto escandinavo terminou a passagem de som às 20h30, e para não atrasar ainda mais o espetáculo, as bandas de abertura, Stella Can e Cartel da Cevada, não tiveram a mesma oportunidade.

Às 21h20, as porto-alegrenses do Stella Can iniciaram o seu set de 25 minutos. O público, ainda pequeno, mostrou receptividade com as meninas, que já têm cinco anos de estrada. Infelizmente, a falta da passagem de som prejudicou um bocado a performance do power trio.

A Cartel da Cevada entrou no palco às 22h15, preparando um pouco mais a plateia para as Barbaras. Privilegiando as músicas já conhecidas do público, a Cartel também teve 25 minutos para mostrar o seu trabalho. A banda também teve problemas com o som, mas conseguiu manter o pique da apresentação.

The Crucifier, faixa que abre o último álbum do Crucified, The Midnight Chase, iniciada com as suecas de costas e batendo cabeça, foi o pontapé inicial do show mais esperado da noite. Com muito apoio dos fãs, as meninas seguiram com Play me Hard e Rock me like the Devil e Bad Hangover fez a plateia pular.

Desde o início, a banda mostrou muita presença de palco e sintonia com o público. Shut your Mouth mostrou isso, com uma grande adesão de palmas vindas da pista. A balada Jennyfer seguiu a mesma linha, e marcou a primeira saída da banda do palco. O rápido retorno trouxe Pain and Pleasure e Rules and Bones, também do novo disco, e foram muito aplaudidas.

A agressiva Into the fire, que flerta com qualquer clássico do speed metal, foi seguida por Sex Action, um dos grandes momentos da noite. O refrão, cantado por todos no local, também teve acompanhamento por palmas, marcadas pela bateria de Nicki Wicked e o baixo de Ida Evileye.

Afirmando que tudo que a banda precisa vem do público, as meninas mandaram Everything We Need e anunciaram o cover de Killed by Death, do Motörhead. Losing the game, uma das canções mais emblemáticas da carreira do grupo, encerrou a segunda parte do show

No bis, Count me in e Rock 'n' Roll Bachelor animaram os fãs, que mesmo cansados pelo atraso, deram um último gás para prestigiar o quarteto. A vocalista Mia Coldheart apresentou a banda, que também conta com a guitarrista Klara Force. Com muitos aplausos e agradecimentos, de ambos os lados, além das suecas dizendo que não gostariam de voltar para casa, e prometendo retornar em breve, In Distortion We Trust encerrou a noite no alto. Cantada com força pela banda e pelo público, o clássico maior do Crucified Barbara satisfez a ansiedade de todos os presentes. Após a apresentação, todo o grupo montou uma sessão de fotos e autógrafos.

Um excelente show da banda que, marcada pelo fato de ser formada apenas por mulheres, apresenta um hard rock muito bom e moderno. Entretanto, o atraso, a longa espera do público e as privações para as bandas de abertura acabaram ofuscando o brilho da noite. Problemas semelhantes, além da fraca venda de ingressos e até cancelamentos de grandes shows, que ocorreram durante o ano, devem servir de lição para a produção de espetáculos a partir de 2013.


Set List:
The Crucifier
Play Me Hard
Rock Me Like the Devil
Bad Hangover
Shut Your Mouth
Jennyfer
Pain & Pleasure
Rules and Bones
Into the Fire
Sex Action
Everything We Need
Killed by Death (Motörhead)
Losing the Game

Encore:
Count Me In
Rock 'n' Roll Bachelor
In Distortion We Trust

STELLA CAN



CARTEL DA CEVADA





CRUCIFIED BARBARA











Autor: Redação