data-ad-client="ca-pub-9371512119858190" data-ad-slot="5580438127" data-ad-format="link" data-full-width-responsive="true">

Caliban em São Paulo

Publicado em 23/05/2007
Domingo, 20 de Maio – Caliban no Brasil

Hardcore, Thrash Metal, Metal Industrial, Metalcore, pela primeira vez, toda essa variedade de estilos estavam presentes em um Liberation Fest (talvez o último do ano). Muitos poderiam duvidar que essa variedade poderia dar certo, mas foi um sucesso. O público mostrou respeito e todos curtiram das bandas da melhor forma possível. Parabéns ao Marcos da Liberation pela iniciativa.

Como já de costume nos festivais da Liberation aos domingos, os shows começam cedo. 17:30 Burn My Eyes estava subindo no palco, enquanto muita gente ainda estava entrando no Hangar 110. Às 18:15 entra diretamente de Brasília para os palcos da Lib, a banda Lesto, com uma sonoridade nervosa misturando metal com hardcore. 19:30 é a vez se subir no palco o esperado Chaosfear. O trio mandou muito bem o Thrash Metal de qualidade, divulgando seu mais recente lançamento One Step Behind Anger, onde provou que suas músicas funcionam muito bem ao vivo. Ainda tocaram um pedaço de Slayer para dar água na boca dos fãs. 20:15 foi a vez de metal industrial com o Embrioma. A banda despertou muita curiosidade com o público presente, que com certeza ganharam novos fãs. A banda agitou do começo ao fim, com destaque pro Dektri (Teclado, samplers) que simplesmente não parou 1 segundo sequer, o público presente acompanhou. O vocalista André Rival agitou um Wall Of Death esmagador ao som da banda. O setlist teve em sua maiores músicas do mais recente lançamento do grupo The.Demention.Frequency.Projekt.

Depois dos ótimos "aperitivos", o público mal podia esperar pra ver os alemães do Caliban, que tiveram sua última passagem no Brasil em Dezembro de 2005. Cerca de 500 pessoas estavam afoitas para a entrada do Andy Dörner e sua trupe.... a banda não tinham nem entrado no palco quando as luzes se apagaram e já tinha gente fazendo rodas (!). Em exatos 20:45min entra a banda no palco com um vestuário inusitado com camisas manchadas de "sangue" (Andy não podia esperar que no decorrer do show ela se sujaria com seu próprio sangue devido a um pequeno acidente com seu supercílio no palco). O repertório da banda foi bem variado, tocando diversos clássicos de sua carreira, chegando ao ápice com o hit "Its Our Burden To Bleed". Apesar do insistente problema com o microfone, ficando quase 1 música inteira sem o vocal, não foi motivo para a galera desanimar, que aliás, o Andy nem precisava cantar, tamanho era o coro dos fãs. Todos mostraram uma excelente presença de palco, muito simpáticos (O guitarrista Marc Görtz por exemplo, ficou autografando CDs, ingressos, pôsters e tirando fotos no intervalo da bandas de abertura). 21:40 termina o show com um público mais do que satisfeito com essa honrosa e exclusiva apresentação no Brasil. Já estamos aguardando a próxima visita!


Imagem acima, de Michele Mamede: Caliban em São Paulo retirado do site www.liberationmc.com